domingo, 12 de outubro de 2008

3.000 cristãos fogem de violência religiosa no Iraque

BAGDÁ - Centenas de famílias cristãs aterrorizadas fugiram da cidade iraquiana de Mossul para escapar de ataques perpetrados por extremistas sunitas, que vêm se intensificando, a despeito de meses de operações de tropas americanas e do governo iraquiano na cidade do norte do país, disseram autoridades locais neste domingo.

Leia toda a matéria em:
Estadão .

Comentário: Todos nós, cristãos, devemos intensificar nossas orações pelas vidas de todos estes que estão sendo perseguidos, não somente no Iraque, mas também em outras partes do mundo, como na Índia. As autoridades também devem ser pressionadas a tomarem alguma atitude a respeito. Em relação ao Iraque, fato é que, após a invasão norte-americana, a perseguição se intensificou; e algumas das Igrejas cristãs iraquianas, geralmente ortodoxas, verdade seja dita, viveram por séculos em relativa paz por aquelas bandas.