quinta-feira, 5 de março de 2009

Introdução aos verdadeiros filósofos


INTRODUÇÃO AOS VERDADEIROS FILÓSOFOS





Olá, pessoal.

Quero recomendar para vocês a leitura do livro "Introdução aos Verdadeiros Filósofos", do padre ortodoxo Jean-Yves Leloup, publicado pela Vozes.

Este livro nos traz um pouco da história e do pensamento de diversos padres antigos, como Orígenes, Dionísio, Clemente de Alexandria, Evágrio Pôntico, João Crisóstomo, João Cassiano, Gregório de Nissa, Máximo Confessor e Simeão, o Novo Teólogo.

Fiquei bastante espantado, por exemplo, a respeito da vida e das idéias de Simeão, o Novo Teólogo (949-1022), que recomendava que todo o cristão deveria buscar a certeza da experiência mística com Deus, não sendo tal coisa restrita somente ao clero. Nas palavras de Leloup, "o primado reconhecido à experiência mística leva Simeão a relativizar, às vezes, a importância da hierarquia: um bispo sem experiência mística é menos do que um leigo que recebeu o dom de lágrimas ou a iluminação do Espírito; os próprios sacramentos não têm sentido a não ser que sejam 'interiorizados' e se nos for dado viver o que significam" (p. 232).

Impressionante como nada é realmente novo debaixo dos céus, e como a experiência de Simeão, no meu entender, se aproxima de parte da teologia protestante, notadamente wesleyana, no sentido de que todo cristão deve realmente buscar esta experiência mística para estar capacitado para a vida cristã. Eu, particularmente (ainda que, ingênuo, segundo a opinião dos mais radicais) entendo que é pela via mística que os cristãos das mais diferentes denominações podem encontrar um espaço maior para o diálogo.