domingo, 12 de abril de 2009

Terceira Palavra de Cristo na Cruz


3ª palavra: “... Mulher, eis aí teu filho... Eis aí tua mãe... (João 19.26,27)”
Em sua terceira palavra na cruz, Nosso Senhor revela o seu cuidado e amparo. Em seus últimos momentos no calvário Ele olha e vê sua mãe e seu discípulo amado que estão presenciando seu sofrimento e mais uma vez revela seu amor e compaixão. Apesar da dor e angústia pela qual esta passando Ele é capaz de olhar o outro e toma o cuidado de amparar sua mãe, que provavelmente era uma viúva. Entregando a responsabilidade de ampará-la ao seu discípulo amado. Ele não se esqueceu daqueles que estiveram ao seu lado na sua caminhada.

Não se esqueceu de nós!

“O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal;” 1 Coríntios 13.4-5

O Seu amor nos impressiona!

A sua postura diante do sofrimento nos provoca!

Precisamos aprender nesta sua palavra proferida na Cruz que nenhum sofrimento pode ser capaz de nos fazer esquecer daqueles que estão ao nosso lado. É possível pensar no outro mesmo quando enfrentamos situações difíceis.

É possível pronunciar palavra de doçura e amparo em meio ao caos da vida.