sexta-feira, 26 de junho de 2009

DISCIPLINE

SEUS

PENSAMENTOS

"Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, se há algum louvor, nisso pensai" (Filipenses 4.6)


O melhor meio de controlar os nossos pensamentos é oferecer a mente a Deus em completa submissão. O Espírito Santo a aceitará e assumirá o controle dela imediatamente. Depois, será relativamente fácil pensar em coisas espirituais, especialmente se treinarmos o nosso pensamento mediante longos períodos de oração diária. Praticar longamente a arte da oração mental (isto é, falar com Deus interiormente, enquanto trabalhamos ou viajamos) ajudará a formar o hábito do pensamento santo (A. W. Toze, em "Para estarmos certos, temos que pensar certo").


Tudo o que é virtuoso, ainda que seja fora do âmbito religioso, merece a atenção do nosso pensamento. Há muito nas artes, na produção intelectual humana, nas ciências, dignas de serem pensadas. Cristo é a luz que ilumina todo o homem, portanto, tudo o que é bom, tudo o que é luz, vem do Pai das luzes. Essas coisas devem ocupar o nosso pensamento. A grande fraqueza de nossa parte como cristãos é o fato de não serrmos sempre criteriosos com aquelas imagens e sons que somente poluem a nossa mente, que nos distraem excessivamente, 'desconectando-nos' do pensamento divino. Portanto, como tudo começa no pensamento, o apóstolo bem nos ensinou a 'transformarmos pela renovação de nossa mente' (Romanos 12.2.