domingo, 21 de junho de 2009


"Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus" (Mateus 4.4).


Muitos negam seus valores mais profundos por causa de pão. Por causa de fama. Por causa de sucesso e competição.

Quando Jesus proferiu estas palavras, estava faminto. Mas ainda assim, não se vendeu, mesmo que para satisfazer uma necessidade básica da existência de qualquer pessoa.

O fiel quer saber da palavra que saiu da boca de Deus, pois esta alimenta sua alma de um modo tal que, o pão material não o pode. Na verdade, na experiência humana sobre a face da terra, quando a fome física está saciada é que começam as outras fomes...

Por isso, o cristão concentra todas as suas potências n'Aquele que pode saciar a sua alma, e tudo o quanto faz, mesmo que seja para lhe trazer o pão material, tem esse grandioso fim.

O ser humano vive correndo atrás de coisas e, imediatamente após conquistá-las, já corre para outras. Todas elas têm o seu grau de importância, todos sabemos. Há em nós uma fome de eternidade que coisa alguma deste mundo pode saciar.

Entretanto, o que encontra a Deus, sente que achou o seu verdadeiro tesouro. Vende tudo o que tem pela pérola de grande valor, tudo renuncia para ouvir a palavra que vem da boca do Pai.

E você? Tem vivido somente pelo pão material, ou tem buscado "ouvir" a palavra que vem da boca de Deus? A aparência deste mundo passa, mas a Palavra de Deus permanece para sempre.


fonte da foto: http://www.uniblog.com.br/blogdodiniz/301045/as-tentacoes-de-cristo.html