terça-feira, 14 de julho de 2009

SERENIDADE


A serenidade nasce lá onde uma pessoa se abstém de muita coisa que poderia fazer. Ela sai de si mesma, assim como alguém sai da sala. E pode confiar-se ao chão firme sobre o qual então está: a bondade e a sabedoria de Deus. E assim encontra no chão daquilo que é confiável a serenidade da qual falaram os sábios de todos os tempos.

A serenidade é uma espécie de presença de espírito continuada; a presença do Espírito de Deus em nós. É bom humor constante. Quando se trata da serenidade de um cristão, recebe sua força de sua esperança, de sua certeza e sobretudo, de sua modéstia.



(ZINK, Jörg. As fontes da serenidade. Ed. Vozes, p. 84)