quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Oração e amor

"A fim de fazer grandes avanços em oração e poder subir às mansões que desejamos, devemos lembrar que a iniciativa da oração não consiste em pensar muito, mas em amar muito. Façam qualquer coisa que os (as) estimule a amar mais.

Talvez não saibamos o que é o amor. Não me pergunto sobre o amor, pois ele não consiste em ter grandes deleites, mas em ter decisões e desejos maiores de agradar a Deus em tudo, além do empenho em não ofendê-lo. O amor reside em implorarmos para Ele que promova a honra e a glória de seu Filho e estenda os limites da igreja".


(D'ÁVILA, Teresa. Vida de Oração. Editora Palavra, p. 106)