sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Um ponto que deve ser analisado sobre Maria de Nazaré


Por:
Confrade Paulo





Um ponto importante a ser analisado sobre a Virgem de Nazaré é a questão dos costumes, crenças e praticas religiosas da comunidade judaica no século primeiro. Não espero que todos concordem com minha leitura do tema, mas tentarei expor de maneira breve e simples.
São José é proclamado um homem justo, isso nos leva a diversas conclusões no contexto histórico em que ele vivia, ser justo àquela época era ser um fiel seguidor dos costumes e praticas religiosas.

O Judeu praticava um profundo respeito ao sagrado, e a idéia de sagrado para o Judeu é bastante abrangente, podemos verificar isso facilmente quando vemos os relatos escriturísticos do cuidado dispensado à Arca da Aliança, tudo isso por que na Arca estavam contidas as Táboas da Lei, um sinal da Aliança de Deus com o povo de Israel.

Muito bem, vamos então analisar José e como este, sendo Judeu, veria Maria.
Caso São José acreditasse que em Maria se fez um sinal de Deus, o Verbo Encarnado, que sabemos que ele acreditava pois isso lhe foi confirmado em sonho por um Anjo do Senhor, este, sendo um homem justo, veria em Maria um santo receptáculo, um Vaso Santo onde Deus opera seu Milagre, uma Arca Viva da Aliança.

A virgindade era um sinal de pureza naquela sociedade, então se fazemos a análise emocional desse povo contextualizando sua época concluiremos que São José jamais seria capaz de tornar impura algo que ele considerava Sagrado!

Nos voltemos novamente aos cuidados e o zelo para se manter a sacralidade da Arca da Aliança e então coloquemos isso na mente de São José que via em Maria o vaso Santo onde o prórpio Deus tocou e gerou no Seu Ventre o que seria chamado de o Filho do Altíssimo, Jesus Cristo. Maria com certeza é a Arca Viva da Nova Aliança.

PAZ E BEM!