sábado, 6 de março de 2010

Simplificidade e vida


"Partilhar seus bens leva-o a simplificar sua própria existência e a abrir sua morada. É preciso tão pouco para acolher. A abundância os bens mais reprime do que aumenta a comunhão. Ao redor da mesa, o espírito festivo se alarga na simplicidade.



Simplificar para viver intensamente: é nisso que você encontrará o gosto pela vida".



(Roger de Taizé, in "Amor de todo amor - as fontes de Taizé", ed. Cidade Nova, p. 25)