segunda-feira, 19 de julho de 2010

Presença Humilde






"Você que, sem olhar para trás, gostaria de seguir o Cristo, ousará sempre confiar de novo no Evangelho?

Você o deixará por nas profundezas do seu ser um frescor de uma fonte? Ou ficará perturbado, a ponto de dizer: não sou digno de ser amado por Ele?

O que fascina em Deus é sua presença humilde. Ele jamais castiga, jamais fere a dignidade humana. Não se impõe para ser obedecido. Todo gesto autoritário desfiguraria seu rosto. A sensação de que Deus castiga é um dos maiores obstáculos à fé.

O Cristo, 'pobre e humilde de coração' jamais obriga alguém.

No silêncio do seu coração, ele sussurra: 'Não tenha medo, estou aqui'.




(Roger de Taizé in "Amor de todo amor - as fontes de Taizé", p. 15, Ed. Cidade Nova)