quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Oração do Pai nosso: "Assim na terra como nos céus"

Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu (Mateus 6.10);


Assim na terra como no céu...

O céu é o símbolo do lugar em que a vontade do Senhor é perfeitamente realizada, de um modo tal que não podemos sequer imaginar.

Entretanto, a terra é, em algum sentido, o lugar em que a vontade do Senhor ainda não se realiza.


O Senhor não quer o mal, o pecado, a injustiça, a miséria, a corrupção, os acidentes, etc...

Entretanto, a ação humana a tudo isso proporciona...

Porque, para a vontade do Pai acontecer neste mundo, há a necessidade de uma adesão voluntária a ela.

E o nosso desejo, como cristãos, é que tal vontade se realize entre todas as pessoas, no mundo todo.

E a medida que crescemos em graça e em conhecimento, vamos procurando aprender que vontade é essa, visto que a própria Escritura nos adverte: "Por isso não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor" (Efésios 5.17).

Podemos tirar alguns exemplos da Escritura:

Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; (1 Tessalonicenses 4.3); ou seja, o céu é o local de santidade, logo, é o que se deve buscar na terra também.

O céu é lugar onde o amor do Pai reina, por isso que Jesus nos deixou o seguinte mandamento: "O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei" (João 15.12).

E podemos crer que a vontade do Pai é sempre boa: "E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus "(Romanos 12.1).

Portanto, a nossa oração, o nosso desejo e a nossa luta como cristãos é que a vontade do Senhor se realize, primeiramente na "terra" que, somos nós mesmos (Anselm Grün) e depois na vida de todos os nossos irmãos e para com toda a humanidade.

Estamos juntos nesta luta?