segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Idolatria e imoralidade

"Não vos façais, pois, idólatras, como alguns deles, porquanto está escrito: O povo assentou-se para comer e beber, e levantou-se para divertir-se" (1 Co 10.7).


Este texto diz respeito diretamente a experiência do povo de Israel no deserto, em que eles construíram um bezerro de ouro. Um ato de terrível idolatria que foi condenada por Moisés.

Mas o que é interessante neste texto de Paulo é que ele não chama os israelitas de idólatras porque construíram um ídolo para ser adorado. Ele coloca como consequência desta idolatria o assentar-se do povo para "comer, beber e divertir-se".

O ídolo, creio, é um motivo não para algum tipo de adoração extravagante, mas uma licenciosidade para que a pessoa possa, em certo sentido, adorar-se a si mesma e satisfazer os seus próprios apetites. Uma vez construído o ídolo, não preciso mais pensar em Deus...

Ela não é idólatra simplesmente porque é religiosa. É idólatra porque, no fundo, quer adorar a si mesma.

Em Romanos 1.18 e seguintes Paulo fala de pessoas que trocaram a glória de Deus pela imagem das criaturas. Eles "mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem do homem corruptível, bem como de aves, quadrúpedes e répteis". Ou seja, idolatria da pura.

E qual foi o resultado disso?

Paulo continua: "Por isso Deus entregou tais homens à imundícia, pelas concupiscências de seus próprios corações, para desonrarem seus corpos entre si".

Ou seja, o resultado da idolatria foi a entrega por parte de Deus para que cada qual passasse a fazer então o que desejasse de sua própria carne, de seu próprio corpo.

A promiscuidade então, não é a casa do afastamento de Deus, mas sim o seu resultado. Resultado direto da ira de Deus, porque "a ira de Deus se revela do céu contra toda impiedade e perversidade dos homens".

A ira de Deus então, neste caso, não é necessariamente um caso de intervenção divina nos atos humanos, embora isto, entendo, possa ocorrer. Mas o ato da ira de Deus, na verdade, acaba sendo um ato de entrega do ser ao seu próprio ego para que faça exatamente aquilo que deseja.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...