quarta-feira, 27 de novembro de 2013

O ensino de Jesus contra o desperdício de nossas próprias vidas

Se não quisermos desperdiçar nossas vidas, temos que ficar muito atentos aos ensinamentos do nosso Senhor Jesus Cristo. Quais as características daqueles que têm desperdiçado suas próprias vidas, na perspectiva dos ensinos do nosso Mestre?

1 – Desperdiçam a vida aqueles que deixam de brilhar e salgar: Mateus 5.13 “Vós sois o sal da terra; ora, se o sal vier a se tornar insípido, como lhe restaurar o sabor? Para nada mais presta senão para, lançado fora, ser pisado pelos homens”. Triste coisa a vida de quem se desviou das sãs palavras.

2 – Desperdiçaram a vida aqueles que viveram uma religião farisaica: Mateus 5.20 – “Porque vos digo, se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas e fariseus, jamais entrarão no reino dos céus”. Era uma justiça meramente exterior, sem amor, sem substância, somente de aparência.

3 – Desperdiçam a vida aqueles que dão vazão à própria ira: Mateus 5.22 “Eu, porém, vos digo que todo aquele que se irar contra o seu irmão estará sujeito a julgamento; e quem proferir um insulto ao seu irmão estará sujeito a julgamento do tribunal; e quem lhe chamar: Tolo, estará sujeito ao inferno de fogo”.

4 – Desperdiçam a vida aqueles que se recusam a lidar seriamente com o pecado: Mateus 5.29 – “Se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti, pois te convém que se perca um de seus membros e do que seja todo o teu corpo lançado no inferno”.

5 – Desperdiça a vida quem faz caridade para aparecer: Mateus 6.1 – “Guardai-vos de exercer a vossa justiça diante dos homens, com o fim de serdes vistos por eles; doutra sorte não tereis galardão junto de vosso Pai celeste”. O mesmo vale para a oração e para o jejum.

6 – Desperdiça a vida quem vive para acumular riquezas: Mateus 6.24 – “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um, e amar o outro; ou se devotará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e as riquezas”. Aquele que ajunta tesouros para si, mas não é rico para com Deus, é chamado nas Escrituras de louco (Lc 12.21-22).

7 – Desperdiça a vida quem não entrou pela porta estreita: Mateus 7.13 – “Entrai pela porta estreita (larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz para a perdição e são muitos os que entram por ela)”. Ou seja, a grande maioria das pessoas, na perspectiva de Jesus, estão desperdiçando, jogando a vida fora.

8 – Desperdiçou a vida todo aquele que não deu bom fruto: Mateus 7.19 – “Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada no forno”. Todo ramo em Cristo que não der fruto, o Pai corta (João 15.2). Entre outras coisas, dar fruto é conduzir pessoas ao reino, tanto pelo ensino, como pelo exemplo de vida.

9 – Desperdiçou a vida quem viveu a religião do espetáculo e do poder, mas sem caráter: Mateus 7.22 – “Muitos naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi explicitamente: Nunca vos conheci. Apartai-vos de mim os que praticais a iniquidade". Jesus não nega que aqueles sinais realmente ocorreram, mas ainda assim, tais pessoas não entrarão no reino.

10 – Desperdiça a vida aquele que se recusa a seguir a Cristo: Mateus 16.24-26: “Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz, e siga-me. Porque quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por mima causa achá-la-á. Pois, que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma?” Não seguir a Jesus é o maior desperdício da própria vida que alguém pode cometer.

Enfim, não ouvir os ensinamentos do Mestre, será como edificar a casa sobre a areia, e a casa cairá, sim cairá (Mateus 7.26). Não desperdice a tua vida, pois ela é muito preciosa para Deus. Foi por cada um de nós que o Senhor Jesus morreu e ressuscitou, para que possamos ter vida, e que ela seja em abundância.