quarta-feira, 13 de maio de 2015

A retirada da estátua de João Paulo II na França

Fiquei triste ao saber da ordenação para que fosse retirada a estátua de João Paulo II de um município Francês. Você pode ler a matéria nos seguintes links, entre outros:



O que motivou a retirada da estátua é uma cruz que esta acima da estátua. O fundamento para tal retirada foi a concepção de que o estado é laico, logo, que o estado não deve promover nenhuma religião.

Eu entendo os benefícios da concepção laica do estado, entretanto, quem promove este tipo de ação quer submeter, pela força institucional, o laicismo sobre toda sociedade. Acredito que é possível conviver com uma concepção laica, e ainda assim aceitar o legado cultural de uma determinada localidade. O cristianismo católico faz parte da formação cultural francesa, bem como de tantas outras nações.

Uma coisa é meia dúzia de laicistas radicais. Outra coisa, é forçar uma concepção filosoficamente laica sobre toda a sociedade. Acredito (posso estar enganado) que o vazio espiritual que dai poderá surgir poderá acabar sendo ocupado por outras doutrinas ou concepções radicais. Há previsões que, muito em breve, a França se tornará uma nação majoritariamente islâmica. Aí, muitos poderão se lamentar que estará saindo uma religião de cena para entrar outra muito mais radical e que não tem por centro o amor.