domingo, 1 de junho de 2008

Exposição ao Salmo 22

TU ÉS SENHOR O MEU PASTOR.


"Ouve ó Israel o Senhor é o teu único Deus." Dt 6,4 proclamou o legislador dos hebreus, de modo que na linguagem das Santas Escrituras não há outro Senhor além de Deus.

Por isso a versão dos LXX emprega a palavra Kirios para designar a divindade e aqueles que viveram no tempo da graça e que escreveram guiados pelo Espírito Santo seguiram esse exemplo.

O pronome definido esta em singular porque não diz respeito a este ou a aquele individuo, mas a humanidade como um todo, a espécie ou o gênero humano, conforme registrou o quarto evangelista: "Amou Deus de tal maneira o mundo que enviou o Filho unigênito para que não pereça mas tenha acesso a vida eterna." Jo 3,16

Pastor -

Em grego poimen, aquele que cuida das ovelhas, e de outros animais haja visto que Homero aplica tal designação ao divino Eumeu, o porqueiro e também aos reis, designados pela expressão: antropous poimen, pastores de homens.

Assim as ovelhas ou o gado de Deus são todos os seres humanos concebidos a imagem de sua natureza ou seja racionais e livres. Racionais porque são capazes de conhecer o seu Senhor através da contemplação da natureza, conforme diz o apóstolo: "Por isso são bem capazes de conhecer a Deus pela evidência extrinseca do mundo." I Cor 1,19 e livre porque são capazes de viver em franca oposição com a vontade divina, conforme esta escrito: "Por isso conhecendo a Deus não lho glorificaram retamente." v 21

Certamente que para cuidar dos animais que lhe foram confiados o pastor deve estar sempre perto e junto deles...

Ninguem melhor do que Deus, pois sendo infinito tem todas as suas ovelhas em sí. Sem embargo todas as ovelhas imerssas substancialmente em seu ser estavam apartadas dele pela vontade fraca e palas ações malévolas, conforme está escrito: "Não há um justo sobre a terra um só justo"
não no sentido de que estavam impossibilitados de cometer nobres e boas ações, mas no sentido de que as ações más eram inevitáveis...

Assim, apesar do oráculo eram "como que ovelhas sem pastor." pois, o supremo pastor não havia se manifestado na carne.

Por isso, posteriormente, o profeta vatícina em seu nome: "APASCENTAREI MINHAS OVELHAS E AS AJUDAREI A PARIR; BUSCAREI AS PERDIDAS, AS CAIDAS REEGUEREI, AS ENFERMAS SARAREI, AS TEMEROSAS CONFORTAREI, AS SÃS E FORTES GUARDAREI E TODAS GUIAREI NO CAMINHO DO BE." Ez 34,16

E de fato este que foi vatícinado, velou por sua palavra e cumpriu-a no tempo oportuno: nascendo de mulher sob o jugo da lei para remir os que gemiam sob o jugo dessa lei.

Tal Pastor é o Verbo que se fez carne e habitou entre nós Jo 1,14 para iluminar todo o homem que vem a este mundo.

Sendo bom em sí mesmo esse Verbo recebeu um corpo perfeito, conforme esta escrito: Sendo bom me plasmastes um corpo perfeito.

E na posse desse corpo perfeito que por nós foi imolado, pode exclamar: "EU SOU O BOM PASTOR, AQUELE QUE DÁ A VIDA PELAS OVELHAS." Jo 10,11

Pois convinha que sendo bom ou sendo o melhor dos pastores possiveis viesse em pessoa buscar a ovelha perdida.

Por isso que é pastor pela humanidade, enquanto guia supremo das ovelhas em demanda do paraíso e Senhor pela divindade.

E pela encarnação é um só Cristo! Deus e Pastor! Pastor da humanidade que guia a igreja sua esposa, vereda e porta dos céus!

Continua.