quinta-feira, 18 de junho de 2009

A marca dos cravos


Mesmo depois da ressurreição, a marca dos cravos continuam...

Morremos e ressuscitamos com Cristo, segundo as Escrituras...

Mas as marcas dos cravos ainda estão lá... Elas não se vão... É possível vê-las, tocá-las, sentí-las...

Ressuscitar para uma nova vida não significa esquecimento das dores, nem o apagar das marcas, mas sim, uma nova forma de enxergá-las e lidar com elas. Mesmo em meio a toda a angústia, sofrer depois de ressurreto não terá o mesmo sabor de morte e desespero, pois conhecemos o Espírito que nos consola. Isto nos torna mais fortes e confiantes.

Seja crente, e não incrédulo, filho meu! Tenha esperança, meu irmão. Toca minhas feridas e vê...

"Na minha angústia clamo ao Senhor e ele me ouve" (Salmo 120.1)