quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Deus em Cristo



"...pois Deus estava em Cristo, reconciliando consigo o mundo..." (2 Co 5.19)


Alguns criticam o cristianismo como coisa mítica, julgando-o inacreditável, por sustentarem que Deus não precisava castigar o Filho para perdoar o mundo.

Isto porque, perdem de vista que, não é o Pai que castiga o Filho para que possa perdoar alguém, mas sim que, é o próprio Deus, no Filho, que se doa para nós. Há uma profunda harmonia entre Pai e Filho, conforme nos revelam as Escrituras.

Não há um Deus sádico exigindo a morte de alguém. É o próprio Deus se doando.

Por isso, não é possível abdicar do dogma, da revelação, no cristianismo.

Remover a cruz do cristianismo, é fustigá-lo de morte. Por isso, os reformadores diziam "crux sola est nostra theologia". A teologia da Reforma não deixa de ser a teologia da cruz de Cristo.