sábado, 9 de abril de 2011

Amizade na Igreja


Uma grande tentação que os membros ativos da igreja devem enfrentar é o fato de que a frequência à determinada instituição não garante verdadeira amizade.

Isso porque, há sempre a tentação de escolher relacionar-se somente com pessoas que estiverem amoldadas ao jeito de ser da instituição.

E toda instituição, se não vigiar, corre o risco de se tornar uma cadeia produtiva, uma mini-empresa.

E com empresa, muitas vezes é assim: a gente se relaciona enquanto está trabalhando, depois, a relação acaba.

É possível ficar anos em uma mesma cadeia produtiva, e não desenvolver verdadeira amizade.

Na verdade, a cadeia produtiva pode significar o fim, ou o empecilho de um relacionamento significativo.

Isso porque, deixa-se de abrir verdadeiramente o coração, por medo de ser  julgado.

E os melhores amigos, serão aqueles, ou de fora da instituição, ou cuja amizade já existia apesar dela.