sexta-feira, 8 de abril de 2011

Etiópia: 10 mil cristãos fogem de suas casas depois de 69 igrejas incendiadas

Extremistas muçulmanos queimaram 69 igrejas protestantes - 46 delas pentecostais - no sudoeste da Etiópia. A violência começou na cidade de Asendabo após relatos de que o Alcorão estava sendo jogado na descarga do banheiro em uma das igrejas.

Trinta casas, uma escola e um orfanato também foram queimados; o número de cristãos que fugiram de suas casas aumentou nos últimos dias para 10.000, segundo a International Christian Concern, uma organização de direitos humanos que auxilia vítimas de perseguição.

"Eu não sei o que virá: primeiro, eles incendeiam nossas igrejas e casas", disse Wolde Giorgis, um professor de escola primária. "Eles vão nos matar agora?"

"Eu não me importo com quem começou a violência", acrescentou. "O fato é que milhares de muçulmanos locais, os meus vizinhos, participaram nela. É por isso que não vejo um futuro para mim e outros cristãos nesta cidade mais".

1% dos 79,2 milhões de habitantes do país são católicos, segundo as estatísticas do Vaticano, 50% são ortodoxos orientais, 10% são protestantes e 33% são muçulmanos.

Fonte: Catholic Culture / Tradução Mente Conservadora