terça-feira, 7 de junho de 2011

Glorifica teu Filho para que Teu Filho te glorifique a Ti

Lectio:

Jesus falou assim e, levantando seus olhos ao céu, disse: Pai, é chegada a hora; glorifica a teu Filho, para que também o teu Filho te glorifique a ti;

Assim como lhe deste poder sobre toda a carne, para que dê a vida eterna a todos quantos lhe deste.

E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.

Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer.


Meditatio:

O interessante neste texto é que Jesus está fazendo uma referência à sua morte de cruz. Ou seja, Ele iria glorificar o Pai com sua morte, como já o tinha feito com sua vida. Muito diferente do que o mundo entende por glorificar alguém.

Vida eterna é conhecimento. Conhecimento de Deus, por Jesus Cristo. Conhecimento (gnose) é relação (koinonia). Koinonia que se dá pelo Santo Espírito.

Jesus glorificou Deus na terra por ter consumado a obra que o Pai tinha para Ele. Será que nós também não temos uma obra da qual o Pai nos designou, pela qual podemos glorificá-lo, seja pela nossa vida, seja pela morte?

Actio:

Esforcemo-nos para conhecer e prosseguir no conhecimento de Jesus e do Pai, realizando a obra que Ele nos designou, para glorificá-lo, pois nisto consiste a vida eterna, verdadeira beatitude (felicidade) humana.


Oratio:

Senhor. Quero te conhecer ainda mais, tanto a ti quanto o propósito que tens para a minha vida. Em teu nome, que eu oro, e agradeço. Amém.