domingo, 21 de dezembro de 2014

Herodes, os magos e a estrela

O capítulo dois do evangelho de Mateus relata acerca de uns magos do Oriente que, após a observação de uma determinada estrela, entendem que havia nascido o rei dos judeus.

Eles vão até Jerusalém, e procuram saber onde nasceu o menino para que possam prestar suas homenagens. O texto diz que Herodes e toda Jerusalém ficaram alarmados.

Herodes era um homem do tipo mais cruel possível. Em sua biografia temos o assassinado de pessoas muito chegadas a ele, somente pelo fato de se achar ameaçado em seu reinado. Mandou assassinar o seu cunhado, que foi um importante sacerdote, também a sua amada esposa Mariana, e os dois filhos que dela foram concebidos. Herodes foi cruel, astuto e desumano.

Quando os magos se achegaram a Jerusalém, Herodes convocou uma reunião com os principais sacerdotes e escribas para descobrir onde nasceria o Cristo. E, conforme a profecia de Miquéias, o local seria Belém de Judá.

Após, Herodes chamou os magos, inquiriu acerca da estrela, e os enviou à Belém, com a determinação de que quando voltassem, dissessem onde estava o menino para que ele pudesse ir adorá-lo. Sabemos que na verdade, ele queria mata-lo, pois não poderia se ver ameaçado em seu reino.

Há algo curioso nesta história toda. Herodes recebeu a visita dos magos, que eram sábios gentios. Estes sábios gentios, por um tipo de revelação natural, se achegaram a Jerusalém para procurar o menino. A estrela poderia ter levado os tais magos diretamente para Belém da Judéia, local onde o menino havia nascido. Mas por algum motivo, Deus quis que os magos fizessem escala em Jerusalém. Porque será?

Herodes, após ter recebido a visita dos magos, convocou os sacerdotes e escribas, versados na lei e nas Escrituras Sagradas, que o informaram que o menino nasceria em Judá de Belém, conforme profetizado pelo profeta Miquéias.

O astuto rei convocou os magos e os enviou até Belém (notem que, quem envia os magos é o próprio Herodes) e diz a eles para que se informem detalhadamente acerca do menino para que depois o astuto rei possa ir adorá-lo.

Mas permanece a pergunta? Porque as estrelas não guiaram os magos diretamente para Belém?

As Escrituras não nos dizem. Só podemos especular.

Particularmente, creio que Deus deu uma grande chance a Herodes.

Ele recebeu a visita dos mais sábios do Oriente, e ouviu a notícia de que o menino havia nascido. Depois Herodes ouviu os sábios judeus, que lhe indicaram onde o menino havia de nascer. O maldoso rei teve à sua disposição o melhor da revelação gentílica, natural, bem como o melhor da revelação judaica, especial. Entretanto, Herodes não soube aproveitar.

É uma pena. Pois após saber que fora ludibriado, ele mandou matar todos os infantes até dois anos de idade, se igualando ao cruel faraó que havia determinado a matança dos infantes israelitas no Egito. Herodes tinha então, segundo os historiadores, sessenta e nove anos de idade. Ele morreu aos setenta. Talvez tenha sido a última chance que ele havia tido para a salvação de sua alma. Ele muito havia pecado. Uma grande revelação lhe foi dada. Mas ao que tudo indica, ele não a soube aproveitar. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...