domingo, 25 de novembro de 2007

Dia de Cristo Rei.


Tronos, Soberanias, Principados, Autoridades, tudo foi criado por Ele e para Ele... (Colossenses)

Por Carlos Seino.
http://blogdoseino.blogspot.com/



Para os que seguem o calendário litúrgico, 25 de novembro é dia de Cristo Rei, o último dia do calendário litúrgico do ano; ou seja, se encerra hoje o ano eclesiástico.

Muitos não parecem ver muita importância no calendário litúrgico, ou em seguí-lo, sob o argumento que é coisa de um tempo ultrapassado, coisa da Igreja Romana, enfim... Muitos sequer sabem que existe um calendário litúrgico, e o pouco que conhecem, se dá por via feriados nacionais.

Curiosamente, estive conversando hoje com uma adolescente que ficou bastante chateada quando foi a um país em que o Natal não era sequer mencionado, ficando a cargo de uma ou outra família somente no âmbito privado... Talvez seja este o destino que aguarda todos os cristãos diante de um estado radicalmente laico, que talvez só não esteja assim ainda no Brasil e em outros países tendo em vista desejos mercantilista...vai saber... Ou quem sabe, alguns prefiram que cada denominação eleja seu próprio dia de Natal ou Páscoa, faça seu próprio calendário... Já pensou?

Bom, feita esta pequena digressão sobre datas cristãs, fato é que, no calendário litúrgico, hoje é dia de Cristo Rei. E a pergunta óbvia é a que ponto ele tem reinado em nossas vidas? Será que, em tempos de tanto antropocentrismo, consumismos, e outros “ismos” queremos ainda um Rei governando sobre nossas vidas? Damos total atenção às palavras d'Ele? Não só no âmbito privado, mas também no público, estamos sendo o povo do Rei? Em meio a tantas divisões, ainda conseguimos sustentar que servimos ao mesmo Rei, e que seu reino não está dividido? Em um mundo em que falar de santidade saiu de moda, podemos dizer que Cristo realmente é o nosso Rei?



Fato é que por mais que lamentemos, e nos entristeçamos, o Reino não vem em aparência externa. Ele está no meio de nós. Em locais que menos esperamos, ele se manifesta; e em locais que pensamos que ele deveria se manifestar, já se foi faz tempo... Mas não deveríamos nos assustar, pois assim é todo o que é nascido do Espírito, sopra onde quer... Onde há o orgulho humano, não pode estar o reino de Deus; onde está a pompa dos homens, Cristo não pode reinar. Penso que o Reino de Cristo ainda é o Reino dos humildes, dos mansos, dos santos, dos carentes da graça de Deus; e é curioso como, tantas vezes com uma roupagem cristã prometeram, e ainda prometem, tantas vezes os reinos deste mundo. Cristo é o Rei do Universo de Fato e de Direito. Mas dá liberdade a que cada ser humano se coloque ou não a disposição deste reino.


Jesus é Rei, pois é da descendência de David, da tribo de Judá. Mas é Rei também, pois é o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, e todos os adjetivos que foram utilizados para IHWH no Antigo Testamento, são utilizados em relação a Jesus, no Novo. Ele é o nosso Rei, porque é o nosso Deus, o nosso Criador, aquele por meio de quem nada do que foi feito se fez. E ele é um Rei tão justo, tão bondoso e misericordioso, que humilhou-se até a condição humana, e como homem, viveu a vida de servo, e como servo, morreu a morte de cruz por todos nós; e hoje, está assentado ao lado do Pai, e é um com Ele. Impossível não amar este Rei verdadeiro.

Para os cristãos, Cristo não é somente Salvador. É Senhor também. Ele não vê os nossos corações como o homem o vê. E a grande questão que somente cada um de nós pode se perguntar é: o quanto realmente Cristo tem sido o Rei de nossas vidas. Peçamos todos a Deus para que Cristo venha reinar a cada dia sobre os nossos corações.

Somos tão falhos, Senhor.
Tem piedade de nós, bondoso rei!
Tuas Palavras deveriam ser normativas para nós, mas vivemos tão pouco o que ela nos determina.
Nos ajuda Senhor, a honrarmos o teu nome em nossas vidas!
Reina sobre nós, Senhor.
Venha nós o teu Reino!
Hoje, e para todo sempre!
Amém!

Nenhum comentário: