sábado, 4 de julho de 2009

Leitura Eclética



"Temos observado que a pobreza da cristandade hoje requer recursos de todos os vinte séculos de tradições espirituais, sejam eles ortodoxos, católicos ou protestantes. Teríamos então necessidade de sermos hesitantes quanto a receber uma enorme variedade católica de experiência que outros santos de Deus experimentaram através dos séculos de culturas da humanidade? Na verdade, aqueles que experimentaram maiores riquezas da graça de Deus são os que mais têm condições de serem ecléticos em suas leituras espirituais. É isso que eles podem fazer sem perder de modo algum a firmeza de fé e de doutrina, nem serem descuidados quanto à verdade essencial do evangelho".

 
(James M. Houston, in "Um guia para a leitura devocional", apêndice da obra "Cristianismo Verdadeiro", de William Wilbeforce, da Editora Palavra, p. 179)


É possível que muitos não aceitem tal palavra, mas a verdade é que, na tradição mística do cristianismo podemos encontrar muita coisa em comum nas mais diversas tradições cristãs. É impressionante quando colocamos, em paralelo, os relatos das experiências espirituais de grandes pessoas das mais diversas tradições, como demonstram, em grande medida, as mesmas descrições. Isto porque, é um mesmo Espírito que sopra onde quer, e que se recusa a ficar preso em determinada forma e determinada tradição eclesiástica. Deus procura corações que o adorem em espírito e em verdade, e, certamente, tem efetuado tal busca nos mais diversos lugares. Há muitos que não caminham conosco, mas que também "expulsam demônios". Não os impeçamos, mas, aprendamos do Senhor, que todo aquele que faz a sua vontade, é nosso irmão, irmã, pãe e mãe.