quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Jesus manda parar o culto

"Se, pois, ao trazerdes ao altar a tua oferta, ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa perante o altar a tua oferta, vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; e, então, voltando, faze a tua oferta" (Mateus 5.23-24).


Jesus manda parar o culto, parar a oferta, e apressar-se na reconciliação. O apóstolo ensinou de que, no que dependia de nós, deveríamos ter paz com todos. Isto porque, toda a obra de redenção tem a ver com reconciliação. Reconciliação de Deus para com os homens, e destes, uns para com os outros. E fomos encarregados da mensagem da reconciliação.

Esta mensagem é especialmente importante para o já tão multifacetado movimento protestante, que se dividiu, e continua se dividindo, muitas vezes por conta de brigas fúteis, maculando ainda mais a unidade cristã.

Obviamente, a reconciliação envolve pelo menos duas partes. Cabe ao discípulo fiel tomar a iniciativa, repisando em seu orgulho próprio. É possível que o outro recuse, aumentando nossa dor. Mas isso faz parte do próprio padecimento de Cristo em nós.