segunda-feira, 14 de março de 2011

O Sermão do Monte


Como Jesus interpretou a lei mosaica?
Estaria Jesus ensinando salvação através das obras?

Temos aqui o primeiro, mais longo e mais importante discurso de Jesus, e também o menos obedecido.
Do alto de um monte, Jesus apresenta uma nova legislação para um Novo Testamento. Jesus discorre sobre a Lei Mosaica. Ele veio para cumpri-la e também para interpretá-la corretamente. Jesus critica o legalismo farisaico e o mau uso da lei divina que produz orgulho espiritual, santidade apenas aparente, crentes de fachada, sepulcros caiados.
Não adianta uma espiritualidade apenas exterior para inglês ver, pois os bem-aventurados são os puros de coração. Deus sonda os corações.
O caminho para a salvação não é o orgulho das obras, pois os bem-aventurados são os pobres de espírito que estão desprovidos de qualquer noção de direito de entrar no Reino de Deus por seus próprios méritos. Eles clamam por misericórdia e a encontram em Cristo. Encontram não apenas o perdão, mas também o poder regenerador do Espírito Santo que os capacita a viverem de acordo com o elevado padrão moral estabelecido por Jesus no Sermão do Monte. Salvos pela graça para as boas obras!
Espero que esta mensagem contribua para uma melhor compreensão deste importantíssimo sermão de nosso Senhor Jesus Cristo.