quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Teu é o Reino


 
E não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém (Mateus 6.13).


 
A oração do Pai nosso nos ensina a pedir para que o Reino de Deus venha até nós.

Nesta oração, reconhecemos e declaramos que não estamos mais construindo um reino para nós mesmos, mas sim desejando o reino de Deus.

Então, em minha vida, passo a desejar ser também um agente do reino do Pai.

Isso porque, onde se instaura o desejo do reino próprio, há toda sorte de conflitos, discussões, injustiças e agressões.

A coisa nunca vai bem no "reino dos homens", ainda que o ergam em nome de Deus.

Entretanto, o reino de Deus é o Reino do amor, da paz, da justiça, da esperança.

No reino de Deus, somos todos servos. O meu irmão é mais importante, e eu sou por ele considerado mais importante também.

Esforço-me, então, para que o reino se expresse através de minha vida. Chamo o reino de Deus para que ele governe a minha família, minhas relações de trabalho, meu ministério junto aos irmãos em Cristo.

Não é mais o meu reino pessoal, pois este, na verdade, é fonte de stress, ansiedade e frustração.

Mas o reino de Deus, não. É um reino de alegria, em que somos renovados a cada manhã, e glorificamos o nome d'Ele.

É o reino do amor, porque Deus é amor.

Portanto, esforcemo-nos para adentrar neste reino, vivermos nele, e o anunciarmos.